Corredor Centro-Norte

Com posição geográfica privilegiada, contribui para o fomento e o desenvolvimento da nova fronteira agrícola do país, além de dar suporte às principais zonas de produção agrícola do país. Possibilita o escoamento de milho, soja e gusa por meio do Porto de São Luís e viabiliza o transporte de combustíveis, celulose e minerais.

É formado por:

  • Terminal Integrador Palmeirante (TO)
  • Terminal Integrador Porto Nacional (TO)
  • Terminal Portuário São Luís (MA)
  • Ferrovia Norte Sul
  • Estados de abrangência: Tocantins e Maranhão